Single Blog Title

This is a single blog caption
22
jan

APIWTXA REALIZA ENCONTRO ANUAL E ASSEMBLÉIA GERAL

Por: Equipe de comunicação da Apiwtxa

Entre os dias 19 e 24 de dezembro foi realizado um grande encontro com a presença das famílias da Terra Indígena Kampa do Rio Amônia, da aldeia Apiwtxa, para discutir temas de interesse de todos seus representantes, com apoio da Fundação Banco do Brasil/Fundo Amazônia. Um dos dias foi dedicado à realização da Assembléia Geral da Associação Apiwtxa e outro para a Assembléia Geral da Cooperativa Ayõpare. Entre os principais temas tratados no encontro estão a gestão e produção comunitária, a organização interna da comunidade, a gestão territorial e ambiental, o processo de engajamento nos projetos comunitários e as iniciativas de articulação da Apiwtxa para além de suas fronteiras.

assembleia_foto-011

Foram retomadas e reforçadas as regras internas da comunidade no que diz respeito às relações de família e de convivência comunitária.  Destacou-se a importância do respeito mútuo, do cuidado especial que todos devem ter com os mais velhos e com as crianças, bem como foram estabelecidos mecanismos internos de resolução de conflitos. Um deles foi a retomada de uma comissão composta por dez líderes designada como conselheira para tratar de problemas que venham a surgir no âmbito das relações internas da comunidade.

Um dos assuntos de maior destaque nas discussões do encontro foi a gestão territorial e ambiental. Buscou-se reforçar as regras de manejo que estão estabelecidas no plano de gestão territorial e ambiental da Terra Indígena, como a proibição de pesca com tingui (planta utilizada para reduzir o oxigênio da água, que permite a pesca em grandes quantidades), a captura de tracajás, e o respeito às áreas estabelecidas como refúgio de fauna. Também identificou-se a necessidade de se realizar a revisão do plano de gestão da Apiwtxa, pois algumas regras precisam ser atualizadas e outras criadas. Desse modo, foi agendada uma reunião com esta finalidade específica, a ocorrer entre os dias 8 e 10 de fevereiro.

assembleia_foto-02

No que diz respeito aos projetos da Apiwtxa apoiado por atores externos, como o Fundo Amazônia/BNDES, a Fundação Banco do Brasil e o Governo do Estado do Acre, foram discutidos os próximos passos em cada projeto e organizado o seu planejamento para o ano de 2016. Sobre as articulações da Apiwtxa para além de suas fronteiras, foram repassadas à comunidade informações a respeito das últimas atividades realizadas, por exemplo, com a Reserva Extrativista Alto Juruá e junto aos Ashaninka do Peru, e discutidas as próximas ações no sentido de trabalhar a reflexão e a implementação de ações sustentáveis junto aos territórios e parentes vizinhos. A antropóloga Carolina Comandulli apresentou as atividades ocorridas em nome da Apiwtxa durante a Conferência do Clima (COP-21), em Paris, as quais contaram com o apoio de parceiros e de dois representantes Ashaninka do Peru para serem realizadas, com destaque para a apresentação de dois filmes da Apiwtxa e da discussão sobre a articulação dos Ashaninka do Brasil e do Peru, no Museé Quai Branly. Originalmente, a Apiwtxa contava com uma agenda de 34 eventos durante a COP-21. No entanto, devido aos ataques terroristas, a comunidade aconselhou seus líderes a não irem à COP-21. Ainda assim, uma série de agendas puderam ser mantidas com o apoio de parceiros.

assembleia_foto-03

Finalmente, foram discutidas modificações necessárias nos Estatutos da Associação Apiwtxa e da Cooperativa Ayõpare. Essas instituições foram constituídas formalmente em 1993 e 2003, respectivamente, e chegou o momento de atualizar seus estatutos à luz das novas ações e iniciativas da comunidade da Apiwtxa. A Cooperativa, por exemplo, tendo em vista o início da operação da agroindústria em Marechal Thaumaturgo em 2016, deverá estar apta a adquirir a produção de frutas da região do Alto Juruá, e não mais apenas somente da Terra Indígena Kampa do Rio Amônia.

Após muitos dias de discussão e de trabalho conjunto, todos se reuniram para tomarpyarentsi (bebida tradicional Ashaninka, feita de mandioca fermentada) e celebrar as realizações do ano de 2015. O ano de 2016 será marcado por muitas atividades da Apiwtxa em todos os níveis, as quais continuaremos relatando aqui.

You are donating to : Greennature Foundation

How much would you like to donate?
$10 $20 $30
Would you like to make regular donations? I would like to make donation(s)
How many times would you like this to recur? (including this payment) *
Name *
Last Name *
Email *
Phone
Address
Additional Note
paypalstripe
Loading...